Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Aviação Portuguesa - Blogue

A todos os mecânicos de avião do mundo... Ao meu curso: Novembro de 1953

Aviação Portuguesa - Blogue

A todos os mecânicos de avião do mundo... Ao meu curso: Novembro de 1953

Foto faladora

Descrição: Primeiro Aniversário da Força Aérea Portuguesa.

Base Aérea 1 - uma unidade de treino.

Não se admirem com o número de aviões da imagem no ar: Estamos

nos princípios/meados dos anos 50 do Seculo XX).

A Senhora da Nazaré e os pilotos da Força Aérea Portuguesa.
Um poema de uns jograis lisboetas da época:
Na praia da Nazaré,
Houve um grande burburinho,
As banhistas de roupão,
O Dom Fuas de Roupinho.
Para as centenas de jovens que se apanharam com um avião nas mãos

aos 18 anos de idade nos meados do Século XX, o número de acidentes

por paródia, negligência ou indisciplina foi totalmente irrisório.

Como seria hoje?
Uma das brincadeiras da altura era na praia da Nazaré.
O piloto vinha pela praia fora a rapar direito ao morro, puxava sempre

no´último momento, o mais tarde que lhe dava na bolha, depois levava

o resto da subida com o credo na boca, a rezar à Senhora da Nazaré e

com suores frios a aguentar a velocidade até passar por cima do Sítio.

Não me lembro se por isso houve algum acidente. Penso que não.

A Nossa Senhora da Nazaré e a Nossa Senhora do Ar eram, por certo,

grandes amigas. Para quem não saiba a "diversão" era quase como

jogar à roleta russa: Se durante a subida alguma coisa corresse mal

que fizessa o avião perder a sustentação, o piloto não podia aterrar

em frente, não podia dar a volta, o estampanço era inevitável.
Aniceto Carvalho